Pudim de panela de pressão fica pronto em 10 minutos e é delicioso

Você nunca mais vai errar uma receita de pudim na vida! Aprenda a fazer pudim de panela de pressão, que fica pronto em apenas 10 minutos de cozimento.

Se gosta de doce e perde a cabeça pelo bom e tradicional pudim, já deve saber que o segredo dessa sobremesa é o banho marina, que consiste em um cozimento lento, pelo vapor da água. Mas, se você não tem tempo a perder ou quer comer um docinho rápido, esse pudim de panela de pressão é a solução dos seus problemas.

À primeira vista, a ideia de fazer um pudim de panela de pressão pode ser um pouco estranha, a gente sabe, mas funciona bem.

Isso porque dentro da panela, o processo de cozimento, que levaria muitos minutos é acelerado, já que a pressão cria um ambiente parecido com uma estufa, e que ainda é capaz de preservar a consistência gelatinosa típica da sobremesa.

Como fazer pudim de panela de pressão? Agora, se você se perguntando como é possível preparar esse pudim de panela de pressão, o processo todo é muito simples. Tudo que você tem a fazer é preparar sua receita preferida de pudim (aqui você confere uma versão light e uma versão simplificada do doce).

Depois, é só colocar em uma forma caramelizada que caiba dentro de sua panela de pressão, cobri-la com papel alumínio. Antes, claro, coloque água na panela o suficiente para cobrir a metade da forma e tampe tudo.

Em fogo alto, depois que a panela der pressão, marque 10 minutos e deligue. Espere a pressão sair naturalmente e só então abra a panela. Esse tempo de espera, para quem não sabe, garante que o pudim termine de cozinhar com o vapor da água.

Como fazer doce de leite de leite condensado na panela de pressão × O pulo do gato Após o cozimento, é só esperar esfriar e deixar gelar por duas horas, no mínimo. Quanto mais tempo seu pudim de panela de pressão ficar na geladeira, mais fácil vai ser de desenformar e mais bonito e consistente ele vai ficar.

E então, não achou uma ideia genial? Você já tinha usado esse método de cozinho de pudim? Não deixe de nos contar nos comentários!

Agora, falando em panela de pressão, você nem imagina outra maravilha que dá para fazer em casa, apenas usando essa panelinha de cozinhar feijão: Como fazer doce de leite de leite condensado na panela de pressão.

créditos-Artesã

Veja como Remover manchas das mão e cotovelos sem gastar.

Bolo de banana sem farinha, sem açúcar e sem leite

Dieta do limão vai desintoxicar seu organismo,queimar gorduras e deixar você em forma em 20 dias

Maravilhoso limão!

Esta sem dúvida é uma das frutas mais usadas e apreciadas pelos fãs da medicina natural.
Apesar do sabor ácido, ele alcaliniza o sangue.
De forma simplificada, o ácido cítrico presente no limão é transformado durante a digestão e comporta-se como um alcalinizante, ou seja, um neutralizante da acidez interna.
Quando tomado pela manhã em jejum, descongestiona e desintoxica o organismo.
É útil no combate às diversas patologias reumáticas e artríticas, além de aumentar a excreção de ácido úrico, uréia e ácido fosfórico.
Regenera os tecidos inflamados das mucosas, estimulando o funcionamento normal de todos os órgãos do aparelho digestivo.
Nas afecções gastrintestinais, os ácidos do limão destroem os germes e as bactérias nocivas que se libertam e contribuem para gerar ulcerações.
Ainda combate as fermentações e os gases.
É amigo do pâncreas, portanto indicadíssimo para diabéticos.
Limpa e tonifica os rins, o fígado e a vesícula.
E é poderoso também para queimar gorduras e acelerar o metabolismo, além de limpar todo o organismo.
O limão elimina todas as toxinas no trato digestivo, facilitando a redução da incômoda “barriguinha”.
A dieta do limão é poderosa.
tudo o que você precisa, além de seguir o programa, é controlar as suas refeições, sem exagerar nas porções.
Aqui está o programa da dieta do limão:

Em jejum, comece tomando o suco puro de um limão sem adoçar.
Vá aumentando a dose ao longo de 10 dias consecutivos, até chegar ao suco de 10 limões.
Ou seja, a cada dia você acrescenta um limão.
A partir do 11º dia, você diminui a dose, retirando um limão por dia, até chegar ao 19º. dia, altura em que você tomará o suco de apenas um limão.


IMPORTANTE
Tome o suco com canudo, para evitar o contato com os dentes e o sabor acentuado.
Espere 30 minutos, depois que beber o suco, para comer alguma coisa
Observe se seu corpo reage bem.
Se não, interrompa o tratamento ou pare na quantidade máxima de limões tolerada por seu organismo e passe a tomar o suco de dois limões por 40 dias.
Ao manusear o limão ou qualquer fruta cítrica, lavar muito bem as mãos antes de se expor ao sol.
Caso contrário, vão se formar manchas escuras na pele.
De qualquer forma, mesmo com a pele muito bem lavada, evite tomar sol diretamente e não se esqueça de usar filtro solar.
Este é um site de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.

Fonte: dicasobretudo.top

Veja como Remover manchas das mão e cotovelos sem gastar.

Bolo de banana sem farinha, sem açúcar e sem leite

Dieta low carb especial para mulheres com mais de 40 anos-redução de peso e dos sintomas da menopausa


Nosso corpo passa por inúmeras mudanças desde o nascimento até a velhice.

Infelizmente, nem todo mundo sabe como lidar com essas mudanças e um turbilhão de dúvidas acabam perturbando a mente de muita gente.

Pensando nisso, resolvemos compartilhar o que acontece com a maioria das mulheres depois dos 40 anos.

Afinal de contas, o corpo feminino é o que recebe maior carga de hormônios e alterações.

Só quem enfrenta a menopausa sabe do que estamos falando.

Nem precisa ser com você, basta conviver com uma mulher nessa fase da vida.

Uma série de sintomas toma conta do corpo feminino, e isso pode durar vários anos.

E, para piorar, o corpo começa a ganhar peso, então emagrecer se torna cada vez mais difícil.

Esta transição é mais do que um processo físico para as mulheres – também atinge a mente, o emocional e o espiritual.

Há vários motivos que levam o corpo a ganhar uns quilinhos extras depois dos 40 anos.

Como o estrogênio diminui na menopausa, essa mudança nos níveis hormonais pode desequilibrar outros hormônios.
 esses hormônios incluem:

1. Cortisol

Este é o nosso principal hormônio do estresse.

Ele é liberado pelas glândulas suprarrenais.

Uma das funções do cortisol é aumentar os níveis de açúcar no sangue para que tenhamos a energia necessária para realizar uma tarefa física em um cenário de luta ou fuga.

Embora a produção de cortisol possa fazer com que você se sinta muito bem, o excesso pode ocasionar ganho de peso.

2. Insulina

 Ela é responsável por manter níveis saudáveis ​​de açúcar no sangue após a ingestão de carboidratos.

Quando nosso pâncreas não consegue manter a demanda por insulina, o excesso de glicose pode se acumular na corrente sanguínea.

A carência de glicose nas células nos leva a fortes desejos por carboidratos.

Assim, o apetite tende a vir junto com a gordura e o alto nível de açúcar no sangue.

3. Hormônios tireoidianos

Eles controlam o quanto de energia nossas células produzem e nosso metabolismo corporal.

Quando esses hormônios estão fora de equilíbrio, isso cria uma diminuição na capacidade de usar carboidratos e gorduras armazenadas para gerar energia, levando ao ganho de peso.

4. Leptina

Este é o “hormônio da saciedade”, que é produzido pelas células adiposas.

A leptina funciona para sinalizar ao cérebro que você está satisfeito.

Quando a leptina é incapaz de funcionar como se espera, há um ganho de peso – isso é conhecido como resistência à leptina.

Com a resistência à leptina, sua ingestão de alimentos pode ser excessiva porque seu corpo está literalmente sinalizando para você continuar comendo.

Parece que tudo funciona contra o bem-estar, não é verdade?

Mas só parece mesmo.

É possível reverter essa situação com a dieta cetogênica, que tem como o objetivo final a reprogramação do corpo para que ele entre nesse estado metabólico natural.

A cetose é um estado natural que é ativado durante a fome.

Uma dieta cetogênica não implica a privação de calorias, mas sim a privação de carboidratos.

O plano alimentar é o seguinte:

Uma proporção de macronutrientes de cerca de 70% de gorduras, 25% de proteína e 5% de carboidratos.

Consuma por 2 a 7 dias, com sua ingestão diária de carboidratos limitada a no máximo 50g.

Logo seu corpo transformará o alimento em energia.

As vantagens dessa dieta são:

– Reduz a ingestão de açúcar

– Controla dos desejos e garantia de satisfação

– Ajuda a reduzir o inchaço e inflamação

– Promove a perda de peso e aumenta a massa muscular magra

– Adiciona mais nutrientes integrais de qualidade à sua dieta

– Normaliza o humor e melhora a cognição

O primeiro passo para começar essa dieta é diminuindo a ingestão de carboidratos e concentrando-se em obter gorduras saudáveis ​​como sua principal fonte de energia.

Fazendo isso, o corpo é forçado a entrar nesse estado de cetose, também conhecido como seu “modo de queima de gordura”.

Para as mulheres na menopausa, uma boa proporção de macronutrientes seria 70% de gorduras, 20% de proteína e 10% de carboidratos.

Entenda o processo:

1. Gordura

As gorduras são a maior parte da nossa ingestão calórica diária (70%), quando estamos está seguindo uma dieta cetogênica.

Por isso, é importante saber que existem alguns tipos diferentes de gordura que estão envolvidos em uma dieta cetogênica.

Confira:

– Gorduras saturadas: manteiga, ghee, óleo de coco e banha.

– Gorduras monoinsaturadas: óleos de oliva, abacate e macadâmia.

– Gorduras poli-insaturadas: naturalmente presentes em proteínas animais e peixes gordurosos, são ótimas para a saúde do coração, diferentemente do óleo de girassol.

– Ômega 3: você deve se esforçar para equilibrar a ingestão de ômega 3 e ômega 6.

Precisamos incluir mais fontes de ômega 3, que são naturalmente anti-inflamatórias, ao mesmo tempo que devemos limitar os alimentos ricos em ômega-6,  que são pró-inflamatórios quando ingeridos em excesso.

A relação ideal entre ômega 3 e 6 é de 1:3.

Inclua mais alimentos como salmão selvagem, truta, carne de vaca alimentada com capim e frutos do mar por seu rico conteúdo de ômega 3 e antioxidantes.

2. Proteínas

Quando se trata de fontes de proteína, é melhor escolher as opções de alta qualidade, orgânica.

Você deve estar ciente da ingestão de proteína na dieta cetogênica, pois muita proteína nessa dieta pode levar a níveis mais baixos de produção de cetona e aumento da produção de glicose.

Lembre-se que a ingestão de nutrientes deve ser em torno de 70% de gordura, 20% de proteína e 10% de carboidratos.

Você deve incluir uma pequena quantidade de proteína (20%), como:

– Carnes criadas em pasto e orgânicas

– Aves criadas soltas (orgânicas)

– Peixes e frutos do mar sem metais pesados

– Ovos de aves criadas de forma saudável

3. Carboidratos

Para a ingestão de carboidratos, recomenda-se menos de 50g de carboidratos líquidos (10%) para a dieta diária – quanto menor a ingestão de carboidratos e os níveis de glicose, melhores serão os resultados gerais.

Você deve incluir principalmente vegetais, nozes e laticínios como iogurte natural e manteiga sem sal.

Por outro lado, deve evitar grãos, açúcar, a maioria das frutas, batata e inhame.

 Inclua uma pequena quantidade de vegetais que têm um pouco de carboidrato, como:

– Folhas verdes

– Verduras crucíferads: brócolis, couve-flor, couve-de-bruxelas, repolho

– Aspargo

– Pepino

– Aipo

– Tomate

– Pimenta

– Cogumelo

– Abobrinha

Alimentos que devem ser evitados durante a dieta são:

– Adoçantes

– Fruta

– Grãos

– Feijão e leguminosas

– Legumes ricos em amido (como batatas, inhame e batata doce)

– Legumes ligeiramente doces, como abóbora, beterraba ou cenoura

– A maioria dos alimentos processados ​​

Além da dieta, para ter uma qualidade de vida melhor, você deve:

1.  Fazer ioga e meditação

Arranje tempo para relaxar e desintoxicar a pele.

Massagem, leitura e oração são boas formas de renovar a energia do corpo e garantir mais paixão pela vida.  

2.  dormir melhor

Níveis de estresse muito altos e insônia são prejudiciais à saúde.

Esses sintomas estão associados a níveis mais altos de cortisol, diminuição da imunidade, maior suscetibilidade à ansiedade, ganho de peso e depressão.

Para permitir que seu corpo se recupere do estresse, controle seu apetite e melhore a energia.

E o principal: procure dormir durante oito ou nove horas sem interrupções.

3.  Faça exercícios

O exercício deve fazer você se sentir melhor, então não abuse para não sofrer o efeito contrário: exaustão e fadiga.

Faça do exercício diário um hábito e não tenha medo disso.

Você não precisa necessariamente de uma academia para praticar atividades físicas.

Caminhe, procure um esporte ou ande de bicicleta, por exemplo.

Alguns comportamentos servem como verdadeiros gatilhos para quem está na menopausa:

– Alimentos industrializados: a maioria dos nossos alimentos processados contém adição de açúcar, conservantes, glutamato monossódico, excesso de sódio e aditivos.

 Coincidentemente, os alimentos industrializados também são ricos em carboidratos que podem alterar ainda mais nossos hormônios.

– Carne convencional: carne ou aves convencionais podem conter hormônios adicionados que promovem aumento da inflamação, antibióticos que danificam nossa flora intestinal e muitos estão carregados de OGMs da dieta tóxica dos animais.

 Certifique-se de comprar apenas proteínas animais alimentadas com pasto, sempre que possível.

– Açúcar branco: a alta ingestão de açúcar pode causar ganho de peso, problemas digestivos, agravamento dos desequilíbrios hormonais, cândida, aumentando as ondas de calor e outros sintomas.

– Óleos Inflamatórios: os alimentos cozidos em óleos vegetais altamente processados ​​(óleo de girassol, milho, amendoim, arroz, soja ou canola) têm alto teor de gorduras ômega 6, que podem contribuir para o aumento da inflamação e outros problemas de saúde.

– Bebidas gasosas: os refrigerantes podem corroer o cálcio e contribuir para a osteoporose e perda óssea.

– Álcool:  beber álcool diariamente ou mesmo semanalmente pode agravar as ondas de calor e contribuir para o ganho de peso.

Estas plantas trabalham para criar equilíbrio no corpo:

– Ashwagandha, maca, rhodiola e manjericão-sagrado.

– Black cohosh (cimicífuga): ajuda a para prevenir os sintomas da menopausa, que inclui ondas de calor e suores noturnos.

Também pode ajudar a melhorar a qualidade do sono, reduzir desequilíbrios hormonais associados ao diabetes ou miomas e até mesmo ajudar mulheres com fertilidade antes da menopausa.

A dose recomendada é de 80 miligramas uma a duas vezes por dia.

– Vitex (agnus castus): Vitex foi clinicamente comprovada eficaz para aliviar as ondas de calor.

Esta planta também tem muitas das propriedades de balanceamento de hormônios que a black cohosh (cimicífuga) tem.

Por isso, ajuda a regular os hormônios ligados a problemas de sono, miomas, alterações na pele e períodos irregulares.

– Erva-de-são-joão:

Esta erva tem sido usada com segurança há muito tempo.

Comumente usada para casos de ansiedade, depressão e problemas relacionados ao sono.

Ela também pode ajudar a estabilizar o  humor, reduzir a inflamação e melhorar o sono.

Fonte: nutricionista Nicole Eckert

Este blog de notícias sobre tratamentos naturais não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Veja como Remover manchas das mão e cotovelos sem gastar.

Bolo de banana sem farinha, sem açúcar e sem leite

Sorvete Caseiro de Maçã e Banana Fitness

2 copos de iogurte natural desnatado 1 banana bem madura 1 maçã sem casca ¼ de xíc. chá de leite desnatado 1/3 de xíc. chá de leite desnatado em pó2 col. chá de mel 1 col. chá de extrato de baunilha 1 col. chá de suco de limão 2 envelopes de adoçante dietético em pó (opcional) ¼ de col. chá de canela em póComo preparar:

ingredientes

2 copos de iogurte natural desnatado 1 banana bem madura 1 maçã sem casca ¼ de xíc. chá de leite desnatado 1/3 de xíc. chá de leite desnatado em pó2 col. chá de mel 1 col. chá de extrato de baunilha 1 col. chá de suco de limão 2 envelopes de adoçante dietético em pó (opcional) ¼ de col. chá de canela em póComo preparar:

Bater todos os ingredientes no liquidificador, com exceção de um copo de iogurte, durante cinco minutos ou até adquirir uma massa homogênea e cremosa. Adicionar o iogurte reservado e bater de novo, rapidamente. Passar a massa para um pote e levar ao congelador por três horas. Tirar do congelador e deixar o sorvete descansar por cinco minutos. Bater a mistura mais uma vez no liquidificador e devolver ao congelador até o sorvete ficar bem durinho.

Veja como Remover manchas das mão e cotovelos sem gastar.

Bolo de banana sem farinha, sem açúcar e sem leite

Mamão combate mais de 40 doenças

É assim que podemos definir  o mamão.

Entre outros nutrientes, o mamão é rico em papaína, uma enzima muito útil nos casos de dificuldade de digerir alimentos.

Observando ao microscópio, o mamão revela possuir grandes glóbulos de gordura.

O exame microscópico mostra também que o mamão encerra um fermento solúvel, a papaína, mais abundante no fruto verde do que no maduro.

Daí a prática, aliás muito comum, de riscar o fruto longitudinalmente, para apressar-lhe a maturação, pois as incisões eliminam grande porção do látex nele contido.

Deitando-se um mamão maduro na água, de modo a desfazer-se, se obtém uma solução mucilaginosa, a qual, filtrada, precipita uma substância que produz uma goma amarela, sem gosto e sem cheiro especial e que, em presença dos ácidos diluídos, se transforma em glicose.

O mamão maduro é digestivo, diurético, emoliente, laxante, refrescante.

O Bureau of Plant Industry, do Departamento de Agricultura dos Estado Unidos, publicou:  “O mamão possui peculiares e valiosas propriedades digestivas que o tornam de grande valor na dieta. O mamão maduro, esfregado sobre a pele, ajuda a eliminar as manchas, suaviza a cútis áspera e evita as rugas produzidas pela idade. As mulheres nativas consideravam o suco de mamão como seu melhor cosmético.”

Látex: O “leite” que se obtém ao cortar o mamão, tendo também outras aplicações.

Flores do Mamoeiro Macho: As flores têm grande aplicação como remédio para combater a rouquidão, a tosse, a bronquite, a traqueíte, a laringite.

Coloca-se um punhado de flores, com um pouco de mel, numa panela ou vasilha resistente à água fervente.

Deita-se por cima um copo de água a ferver.

Tampa-se bem.

Deixa-se esfriar.

Toma-se às colheradas, de hora em hora.

Sementes: Muitos sabem que a semente do mamão é um bom vermífugo, mas ignoram que ela tem igualmente outras aplicações na medicina doméstica.

Afirma-se que as sementes comidas em certa quantidade são recomendadas contra o câncer e proveitosas contra a tuberculose. Umas 10 ou 15 sementes frescas, bem mastigadas, favorecem eficazmente a excreção da bile, atuam contra as enfermidades do fígado e limpam o estômago.

As sementes secas e moídas, em cozimento, constituem um bom carminativo, um magnífico emenagogo e um vermífugo de primeira ordem.

Contra os vermes intestinais, emprega-se, de uma só vez, uma colherinha ou mais de sementes moídas, misturadas com mel de abelha.

Repete-se a dose duas ou três vezes por dia.

Raízes: As raízes do mamoeiro, em decocção, são um tônico para os nervos e um remédio para as hemorragias renais.

Também combatem vermes.

Cozinha-se um punhado em uma ou duas xícaras de água, adoça-se com mel, e toma-se durante o dia.

Folhas: As folhas do mamoeiro têm aplicação no preparo de um chá digestivo, que pode ser dado livremente às crianças. Nos Estados Unidos, as folhas verdes do mamoeiro costumam ser secadas e reduzidas a pó e empregadas na confecção de remédios digestivos. O suco leitoso extraído das folhas oferece excelentes propriedades vermífugas e tem também utilidades terapêuticas como digestivo e vulner. Em diversos lugares, os nativos o usam para tratar eczemas, verrugas, úlceras, chagas.

Valor Alimentício

O mamão, quando maduro, é uma fruta saborosa e nutritiva.

O fruto maduro contém doses apreciáveis de papaínas e possui boas qualidades digestivas.

O mamão é um alimento aperiente e ideal para o desjejum, pois contribui para satisfazer as exigências nutricionais do organismo, de manhã, e “limpa” o aparelho digestivo.

Auxilia, além disso, na manutenção do equilíbrio ácido-alcalino do corpo e, nesta sua função, supera o melão, que é considerado um dos melhores álcali-formadores.

O mamão presta-se para admiráveis combinações com outras frutas – figos, ameixas, uvas – frescas ou secas, podendo ser comido ao natural ou com mel.

Quando o mamão não é muito doce, ou mesmo, quando é pronunciadamente amargo, não é necessário desprezá-lo; pode-se aproveitá-lo para batê-lo liquidificador, em mistura com outras frutas e um pouco de mel, no preparo de uma saudável vitamina.

O mamão não deve faltar na alimentação diária das crianças, pois lhes é muito benéfico para a saúde e lhes favorece o crescimento.

Na confecção de doces, geleias, compotas, xaropes, ou outras guloseimas, o mamão perde grande parte dos seus sais, das suas vitaminas e das suas propriedades, pelo que se deve comê-lo, sempre que possível, cru.

O centro meduloso do tronco do mamoeiro, raspado e secado, é uma guloseima semelhante ao coco ralado.Possui boas propriedades nutritivas.

Em alguns lugares é aproveitado no preparo de rapaduras.

O mamão é rico em vitaminas e minerais, tendo cota generosa de vitamina A (pró-vitamina), vitaminas do complexo B e rico teor de vitamina C.

Para aumentar o aproveitamento do ferro numa refeição, pode-se comer pão preto (integral de gergelim) com boa quantidade de mamão.

Resumo das propriedades medicinais

Acidose: Fazer refeições só de mamão. Mastigar algumas sementes.

Anginas: Cataplasma local com a polpa do mamão miúdo e ácido.

Asma: Proceder como indicado em diurese.

Bronquite: Proceder como indicado em rouquidão ou em gripe.

Calos: Aplicar no local o “leite” do mamão, de preferência o “leite” das folhas.

Câncer: Comer em jejum, mastigando, 15 sementes de mamão. Após as refeições, comer cerca de 10 sementes. E são necessários outros cuidados específicos.

Chagas: Proceder como indicado em feridas.

Constipação intestinal: Ver laxante.

Difteria: Além dos cuidados médicos indispensáveis, pingar na garganta, frequentemente, gotas do látex diluído em um pouco de água; gargarejar com esse líquido.

Distúrbios da Digestão: Proceder como indicado em estômago.

Dispepsia: Proceder como indicado em estômago.

Diurese: Recomenda-se fazer refeições exclusivas de mamão ou de suco de mamão. Comer, juntamente, algumas sementes.

Eczemas: Proceder como indicado em feridas.

Eructações: Ver flatulência.

Estômago: Recomenda-se usar mamão maduro em abundância e fazer, esporadicamente, refeições exclusivas desta fruta. Mastigar umas 10 ou 15 sementes de mamão por dia.

Feridas: Aplicar no local o “leite” extraído das folhas.

Doenças do Fígado: Mastigas umas 10 ou 15 sementes de mamão após o almoço.

Flatulência: Proceder como indicado em estômago. Depois de secas, moer as sementes. Preparar um decocto com o pó, filtrar, e tomar morno meia xícara após as refeições.

Gastrite: Ver estômago.

Gripe: Infusão das flores do mamoeiro-macho com um pouco de mel. Tomar 2 a 3 xícaras por dia, mornas.

Icterícia: Proceder como indicado em diurese.

Inchações dos pés: Ver pés.

Influenza: Ver gripe.

Desordens do Intestino: Proceder como indicado em estômago.

Laringite: Proceder como indicado em rouquidão.

Laxante: Fazer refeições exclusivas de mamão, de preferência no desjejum. Comer, juntamente, algumas sementes.

Nervos/ estresse: Picar a raiz do mamoeiro e cozinhar. Tomar duas ou três vezes ao dia.

Para a beleza, ou manchas e rugas da pele: Massagear diariamente a pele com mamão maduro.

Inchações e inflamações dos Pés: Secar a polpa em um desidratador ou forno. Aplicar, pulverizado e misturado em um pouco de água e sal, na forma de cataplasma, sobre o local.

Prisão de ventre: Proceder como indicado em laxante.

Doenças respiratórias: Proceder como indicado em tosse.

Reumatismo: Secar a polpa em um desidratador ou forno. Pulverizar e preparar um decoto com esse pó. Filtrar e tomar 3 a 4 vezes por dia.

Rouquidão: Infuso das flores com um pouco de mel. Tomar uma colher de sopa de hora em hora.

Tosse: Picar bem o mamão, misturar com um pouco de mel, levar ao forno. Tomar o xarope que se forma cada vez que a tosse se manifestar. Proceder também como indicado em rouquidão ou em gripe.

Traqueíte: Proceder como indicado em rouquidão.

Tuberculose: Proceder como indicado em tosse. Comer regularmente após o almoço umas dez sementes de mamão.

Úlceras: Proceder como indicado em feridas.

Verminoses: Dissolver 15 gramas (ou uma e meia colher de sopa do suco leitoso do mamão (látex ou “leite”) em meia xícara de água adoçada com mel.

O “leite” extraído das folhas é melhor.

Meia hora depois, tomar purgante de óleo de rícino com suco de limão.

Ou moer as sementes secas, preparar um chá com este pó e tomar meia xícara em jejum.

Ou misturar as sementes pulverizadas com mel de abelhas e tomar três colheres de sopa ao dia.

Ou preparar um decocto das raízes do mamoeiro, adoçar com mel e tomar três xícaras por dia.

Ou tomar o chá das folhas do mamoeiro.

Pode-se experimentar cada um desses procedimentos alternadamente.

Verrugas: Proceder como indicado em calos. Fonte: As Frutas na Medicina Natural, de Alfons Balbach e Daniel Boarim, Editora Missionária, 1992.

Veja como Remover manchas das mão e cotovelos sem gastar.

Bolo de banana sem farinha, sem açúcar e sem leite

Beber Mate faz as pessoas mais felizes -ciência diz

A ciência confirmou


Há alimentos com nutrientes diretamente associados ao bom humor, como antioxidantes e citoquímica vegetal, que podem ser encontrados em frutas e legumes.

A erva-mate está entre esses alimentos por conter polifenóis – ácidos cafeoilquímicos e flavonoides – os quais têm ação antioxidante.

De acordo com estudo
Foi publicado em abril na revista especializada Phytotherapy Research, a erva-mate ajuda a prevenir a quebra de glóbulos vermelhos encontrados no sangue. O Stress oxidativo está associado com o desenvolvimento de algumas doenças, tais como diabetes, doença de Alzheimer, Parkinson e síndrome metabólica entre outras.

Conclusão

A erva-mate é um ótimo antioxidante e estimulante do sistema nervoso que nos mantém despertos. Um tereré refrescante ou chimarrão na temperatura ideal de água quente, acompanhados de bons amigos torna-se um conjunto perfeito para contemplar a felicidade.

A erva-mate é estuda por suas diferentes propriedades nutricionais e antioxidantes. O seu uso como alimento, impede o desenvolvimento de patologias e, a cada dia, essa conclusão ganha força em diferentes partes do Mundo.

Fontes:
Gabriela Fretes / Licenciatura em Nutrição
Claudia Anesini / Pesquisadora CONICET / Instituto de Química and Drug Metabolism
Fidel Zenteno / Especialista em Nutrição
BuenaVibra


Clube do Mate Oficial
Somos todos parte de uma grande família

Veja como Remover manchas das mão e cotovelos sem gastar.

Bolo de banana sem farinha, sem açúcar e sem leite

Aprenda a preparar um delicioso fricassê de frango com requeijão muito especial

RECEITA DE FRICASSÊ DE FRANGO COM REQUEIJÃO: DELICIOSA E ESPECIAL

I

Ingredientes

1 e 1/2 peito de frango
1/2 lata de creme de leite
1 lata de milho verde
1 copo de requeijão cremoso
1 cebola média
mussarela fatiada a gosto
sal, pimenta-do-reino e temperos a gosto
3 dentes de alho picados
1 tomate picado
1/2 lata de molho de tomate
batata palha a gosto

Modo de preparo

Comece cozinhando os peitos de frango em uma panela com água e temperos de sua preferência, como pimenta-do-reino.
Quando estiver cozido, desfie tudo com o auxílio de um garfo.
Você pode usar a panela de pressão para cozinhar o frango também.
Para isso, deixe cozinhar por cerca de 15 minutos após pegar pressão, desligue, escorra a água e sacuda a panela tampada até o frango desfiar por completo.

Em outra panela, refogue a cebola em um fio de óleo.
Coloque o alho, o tomate picado e o frango reservado.
Despeje o molho de tomate.
Dica: você pode acrescentar 1 pitada de açúcar para cortar a acidez do tomate!
Tempere tudo a gosto.
Cozinhe tudo muito bem até o caldo reduzir e os ingredientes desmancharem um pouco.
Em liquidificador, bata o creme de leite, o requeijão cremoso e o milho.
Junte a mistura da panela e deixe virar um creme mais espesso.
Desligue o fogo e despeje em um recipiente.
Salpique bastante mussarela ralada por cima e leve ao forno até gratinar.
Finalize com a batata palha!

Fonte-Tudo gostoso

Veja como Remover manchas das mão e cotovelos sem gastar.

Bolo de banana sem farinha, sem açúcar e sem leite

10 alimentos ricos em ferro que vão turbinar sua saúde

Os alimentos ricos em ferro são importantes em todas as fases do desenvolvimento humano

O ferro é um mineral que deve estar presente na alimentação humana. Nesse sentido, confira os 10 alimentos ricos em ferro que vão turbinar a sua saúde. Eles são fáceis de serem encontrados e inseridos no seu cardápio.

Só para você ter noção da importância do ferro, ele aparece como o componente essencial para manter o bom funcionamento de funções como transporte de oxigênio, síntese de DNA, produção de energia, crescimento e replicação de células.

A falta do ferro no organismo desencadeia uma série de problemas de saúde. Entre os mais comuns, destaque para queda do sistema imunológico e anemia. Crianças e gestantes também podem apresentar problemas quanto a ausência desse mineral.

Veja quais são os 10 alimentos ricos em ferro

Os alimentos ricos em ferro são importantes em todas as fases do desenvolvimento humano. Além do bom funcionamento do corpo, eles permitem o reforço da imunidade, evitando o aparecimento de certas doenças

Confira a lista dos principais alimentos ricos em ferro:

  • Vegetais verdes
  • Beterraba
  • Leguminosas
  • Cereais
  • Oleaginosas
  • Frutas secas
  • Gema de ovo
  • Carnes vermelhas
  • Peixes
  • Ostras

Depois disso, chegou a hora de conhecer mais detalhes sobre cada um dos alimentos apresentados e entender porque eles devem fazer parte da dieta. Em qualquer dúvida, o ideal é buscar orientação com o médico!

Vegetais verdes

Os vegetais que apresentam folhas verde-escuras são fontes de fibras, vitaminas e minerais, entre eles o ferro. No corpo, tudo isso ajuda no fortalecimento do organismo, minimizando as chances de contrair certos tipos de doenças. Um total de 100 g desses alimentos contêm cerca de 3,6 mg de ferro.Veja

Beterraba

Além dos diversos benefícios que a beterraba  pode oferecer para a saúde, o ferro também é um dos componentes de destaque. Quanto ao preparo, aproveitá-la in natura conserva a maior concentração do mineral. A cada 100 g de beterraba crua, você ingere 2,5 mg de ferro.

Leguminosas

Leguminosas como feijão e lentilha são ricas em ferro. Por isso elas devem permear o cardápio do dia a dia. Além do mais, elas possuem fibras alimentares e proteínas que ajudam na manutenção do bom funcionamento do corpo. A ingestão de 100 g de qualquer uma dessas leguminosas fornece até 2 mg de ferro.

Cereais

Alimentos como massas integrais, quinoa, cevada, trigo e aveia possuem grandes quantidade de ferro em sua composição. Por isso eles devem ser evidenciados na sua alimentação diária de forma balanceada. A título de informação, a cada 100 gramas de cereais você pode encontrar até 5 mg de ferro.

Oleaginosas

Avelã, amêndoas, pistache e castanha do Pará são alimentos que estão presentes no grupo das oleaginosas. Porém, é bom destacar que eles devem ser ingeridos de forma balanceada para não interferir no lado saudável da sua alimentação. Em uma quantidade de 100 g de qualquer desses alimentos você pode encontrar até 2,5 mg de ferro.

Frutas secas


As frutas secas se destacam no cardápio alimentar pela grande quantidade de vitaminas e minerais. Entre eles, o ferro também aparece com certa evidência. Figo, uva passa, pêssego e damasco são as principais delas. Quanto ao ferro, 100 g de qualquer uma dessas frutas contém 2 mg do mineral.

Gema de ovo
Nas dietas para perder peso, a gema do ovo é praticamente abominada, visto a grande quantidade de calorias. Porém, em se tratando da quantidade de ferro, ela se destaca. Além dele, a gema possui vitaminas A, D e B, cálcio, ácido fólico e ômega 3. Em uma gema do ovo é possível encontrar até 1 mg de ferro.

Carnes vermelhas
A carne vermelha aparece como um dos alimentos que mais contém ferro. Porém, é bom destacar que ele deve ser ingerido de forma equilibrada. No que diz respeito ao tipo, as carnes de fígado, rins e coração obtêm a maior quantidade do mineral. Em média, 100 g de carne vermelha oferece 5 mg de ferro.

Peixes
Os peixes como um todo são mais conhecidos pela grande quantidade de ômega 3. Porém, esse alimento também apresenta altos índices de ferro, que pode ser bem aproveitado pelo corpo. Uma quantidade de 100 g de peixe pode oferecer até 1 mg de ferro.

Ostras
As ostras são ricas em cálcio e em vitamina D. Com isso, elas são consideradas muito nutritivas. Porém, mulheres grávidas devem ficar longe desse alimento, pois existe o risco de contrair toxoplasmose, que pode ser uma doença muito perigosa para o bebê. Um total de 100 g do alimento, ou oito ostras, possui entre 5 e 9 mg de ferro.

Benefícios de consumir alimentos ricos em ferro
Pelo que já deu para sentir até agora, o ferro é muito importante no que diz respeito à saúde humana e ao bom funcionamento do corpo. Um indivíduo adulto saudável tem em seu organismo de 4 a 5 gramas de ferro.

Ingerir alimentos ricos em ferro, como a carne vermelha e vegetais folhosos, evita a anemia (Foto: depositphotos)

Nesse sentido, o ferro pode ser obtido através do funcionamento do próprio corpo, proveniente da destruição das hemácias ou por meio da alimentação. Agora, veja mais sobre os benefícios do ferro.

Previne anemia
Reforça a imunidade
Contribui para a oxigenação
Auxilia no bom funcionamento do coração
Bom para a pele
Faz bem para gestantes e crianças
Veja a ação do ferro com mais detalhes, levando em consideração os pontos levantados, a partir de agora.

Previne anemia
O ferro está diretamente ligado a produção das células vermelhas do sangue. O mineral aparece como um dos principais componentes da hemoglobina. Por esse motivo, a falta desse mineral causa anemia nas pessoas.

Reforça a imunidade
O ferro é importante para o funcionamento do corpo justamente pelo fato dele protegê-lo contra o aparecimento de algumas doenças. Além do mais, o mineral também ajuda na produção de energia pelo corpo.

Contribui para a oxigenação
O ferro é um mineral que contribui para o transporte de oxigênio para todo o corpo. Isso acaba sendo bem aproveitado na prática de atividades físicas, protegendo o músculo de possíveis lesões.

Auxilia no bom funcionamento do coração
No coração, o ferro aparece na formação de uma importante proteína, a mioglobina, responsável pela oxigenação do órgão. Em níveis normais, o ferro ajuda no bom funcionamento do coração, evitando problemas como o infarto.

Bom para a pele
O ferro contribui para deixar a pele bonita e bem hidratada. Isso é possível graças ao auxílio que ele dá na produção de colágeno e elastina, necessário para a manutenção do tecido conjuntivo.

Faz bem para gestantes e crianças


Durante a gravidez, o ferro diminui o risco de morte maternal no parto e no pós-parto. Já entre os pequenos, além de prevenir o bebê contra a ação de possíveis infecções, o mineral ajuda ainda na capacidade cognitiva e de aprendizado.

Alimentos que combatem a anemia


Um dos problemas mais recorrentes causados pela falta de ferro no organismo é a anemia. Trata-se de uma doença caracterizada pela baixa quantidade de hemoglobina no sangue, resultante da carência de nutrientes no organismo.

Estima-se que 90% das anemias sejam causadas por carência de ferro. Essa condição é denominada Anemia Ferropriva. Entre os principais sintomas estão: fadiga generalizada, tonturas, falta de ar, dor de cabeça e palidez da pele.

Porém, através da alimentação, é possível corrigir essa deficiência. Veja agora quais são os alimentos, sejam eles de origem animal e vegetal, mais indicados para quem quer tratar a anemia com eficiência:

Carnes vermelhas
Ovo
Feijão
Ervilha
Salsa
Para que a absorção do ferro seja mais eficiente, a dica é consumir esses alimentos junto a uma fonte de vitamina C, a exemplo da laranja, morango ou pimentão. Outra forma é através da mistura de frutas e legumes nos sucos.

Essas mesmas dicas podem ser utilizadas para casos de anemia profunda. Porém, o paciente não deve se deter somente a ela. Nesses casos, o mais aconselhável é procurar o médico com urgência.

Alimentos ricos em ferro para gestantes
O ferro é um mineral indispensável para a manutenção da saúde de uma pessoa. Nos casos das mulheres grávidas, essa substância deve estar ainda mais presente. Só para se ter ideia, a quantidade ideal para uma grávida ingerir de ferro por dia é de 27 mg.

A título de comparação, isso representa 9 mg a mais se comparado a uma mulher que não esteja esperando um filho. Isso acontece justamente pelo fato de, na gravidez, aumenta a quantidade de sangue no organismo.

Sendo assim, é necessário ferro para produzir mais células do sangue. Quando levado em consideração o desenvolvimento do bebê na barriga da mãe, o ferro também é imprescindível.

Nesse sentido, a gestante tem de estar sempre em contato com o médico obstetra, pois, dependendo da necessidade pontual de cada uma, ele pode montar uma dieta especial rica em ferro, o que pode ser benéfico tanto para a mãe quanto para o bebê.

Qual é o alimento que contém mais ferro?


Na busca pela alimentação saudável, muita gente investe mesmo no conhecimento popular para montar a dieta e aproveitar todo o ferro que existe nela. Mas, respondendo a pergunta, o alimento que possui mais ferro é o feijão branco.

Só para você ter ciência do que está sendo falado, uma porção com 100 g de feijão branco possui a quantidade de 11,9 mg do mineral. Veja agora uma tabela completa com os principais alimentos e a quantidade de ferro de cada um deles.

Riscos do consumo em excesso
Por mais benéfico que possa parecer, existe riscos para quem ingere o ferro em excesso. É o desenvolvimento de uma doença conhecida por hemocromatose. Dependendo da condição apresentada pelo paciente, ela pode ser identificada de duas formas: hemocromatose primária e hemocromatose secundária.

A hemocromatose primária é passada pelo paciente de forma hereditária. Trata-se de uma desordem genética que ocorre no nascimento. As crianças acabam absorvendo muito ferro por meio do trato digestivo.

Já a hemocromatose secundária está relacionada a talassemia, anemias ou a realização de muitas transfusões de sangue. A doença pode causar cirrose hepática e sérios danos renais.

Como se ainda não bastasse, o excesso de ferro também pode favorecer a gravidade de doenças já existentes. Entre as principais delas estão: cardiovasculares, neoplasias infecções, acidentes vascular cerebral, artrites e doenças neonatais.

O consumo seguro do ferro
Depois de tudo o que foi elencado nesse artigo, a conclusão que se tem é que procurar o médico é indispensável para que o índice de ferro no organismo seja consumido de forma segura.

Por isso, leve em consideração o conhecimento que foi passado com os alimentos que apresentam maior índice do mineral e procure adequar a sua alimentação a partir das orientações do médico, até porque, sua saúde é muito importante!

fonte-Remédio caseiro

Veja como Remover manchas das mão e cotovelos sem gastar.

Bolo de banana sem farinha, sem açúcar e sem leite

10 Hábitos japoneses que todos deveriam seguir

O Japão é uma nação longeva, organizada e harmoniosa. Os hábitos dos cidadãos explicam estas virtudes tão admiradas pelo resto do mundo. Claro que não existe nenhum país perfeito, mas existem certas atitudes japonesas que são grandes exemplos para outros países. Por isso, o site Japão em Foco divulgou uma lista com 10 hábitos japoneses que deveriam ser copiados por todos nós, espia:

1. Tirar os sapatos ao chegar em casa

Em praticamente todas as residências japonesas você verá o genkan, uma espécie de degrau abaixo da entrada principal. Os japoneses costumam tirar os sapatos, deixa-los no genkan e entrar na casa apenas de meias ou com chinelos especiais, que só são usadas no interior da residência. Esse hábito ajuda a evitar possíveis contaminações trazidas da rua, além de manter a casa mais limpa.


2. Agradecer antes e depois das refeições

Os japoneses tem o costume de iniciar a sua refeição com a palavra “Itadakimasu” (いただきます), que seria uma forma de agradecimento a todos aqueles que, direta e indiretamente, contribuíram para aquele prato de comida chegar a mesa. Ao terminar de comer, eles dizem a frase “Gochisōsama deshita” (ごちそうさまでした), que pode ser traduzido como “Obrigado por esta refeição”.

3. Usar máscaras hospitalares

Durante o ano todo, percebemos um grande número de pessoas usando máscaras hospitalares, seja por causa de alergias, viroses ou resfriados. Muitos podem estranhar o hábito, mas ele ajuda a proteger a população do contágio de doenças.

4. Fazer ginástica antes de iniciar o trabalho

Os japoneses costumam fazer uma ginástica matinal coreografada antes do trabalho chamada de Radio Taiso. Seria uma espécie de aquecimento para o corpo começar o dia bem. Também é comum em escolas antes do início das aulas e podemos ver muitos adultos e idosos fazendo ginástica taiso em parques, ao ar livre.

5. Não jogar lixo na rua

No geral os japoneses se preocupam em não sujar as ruas por onde passam, portanto, quando não encontram lixeiras pelo caminho eles costumam levar o lixo consigo e descarta-lo em casa. Como no Japão não há funcionários de limpeza (gari) e são os próprios moradores locais que se revezam para catar o lixo e fazer a limpeza nas ruas, cada cidadão procura fazer a sua parte, contribuindo para o bem estar de todos.


6. Ajudando na limpeza

Nas escolas, os alunos ajudam a limpar a sala de aula e nas fábricas e empresas são os próprios funcionários que se encarregam da limpeza, incluindo o banheiro. Já nas residências, os integrantes da família cuidam da limpeza. Ter empregada doméstica e babás não é uma coisa comum no Japão e por isso a família toda procura contribuir de alguma forma nos afazeres domésticos.

7. Separar o lixo

No Japão, se você descartar um saco de lixo misturado, é certo de que os vizinhos deixarão um adesivo bem grande dizendo para fazer a separação correta.

Como consequência, sua reputação perante a vizinhança não ficará nada boa. Dá trabalho?

No início sim, por pura falta de costume, mas depois de se tornar um hábito você acaba achando “moleza”. É um esforço que vale a pena.

A sociedade japonesa é bem organizada e rigorosa em relação à coleta e separação de lixo. Tudo é devidamente separado como papelão, isopor, plásticos, garrafas PET,  garrafas de vidro, latas de alumínio, etc.

Desta forma, é possível fazer uma reciclagem eficiente, reaproveitando ao máximo e evitando o desperdício.

8. Recolher o cocô do cachorro

No Japão, raramente acontece dos proprietários de animais deixarem dejetos por onde passam e as pessoas levam seus cães para passear munidos de um saquinho e uma pazinha, para recolher o cocô.

9. Usar bicicleta como meio de transporte

Os japoneses usam a bicicleta pra tudo: ir ao mercado, levar os filhos para a escola ou ir ao trabalho. Além de ajudar a reduzir o tráfego de carros nas ruas, também é um transporte ecologicamente correto e um hábito que ajuda a combater o sedentarismo.

10. Ter bons hábitos alimentares

A fama da longevidade dos japoneses está basicamente em sua alimentação, composta por muitas verduras, legumes e peixes, inclusive no café da manhã. Outro grande hábito alimentar japonês é o chá verde, consumido diariamente. O chá verde é muito benéfico para a saúde pois é rico em antioxidantes e nutrientes que ajudam a reduzir as taxas de colesterol, pressão arterial e os riscos de obesidade.

fonte-
Refletir para refletir

Veja como Remover manchas das mão e cotovelos sem gastar.

Bolo de banana sem farinha, sem açúcar e sem leite

Devemos dar importância a quem nos acrescenta

As pessoas que fazem seu mundo bonito são aquelas que permanecem. Isto é, aquelas que te consolam, que te fazem sorrir, que te acalmam e te mantém fortes. Com essas pessoas, as relações são sólidas, consistentes e leais.

As pessoas bonitas são sinceras, apertam sua mão, e quando te olham nos olhos atingem seu coração. Apenas sua presença te emociona, porque respeitam, não julgam e sempre mostram seus rostos. Por isso são as pessoas que fazem o nosso mundo bonito.

“Tenha cuidado para não perdê-las, não deixá-las ir. Não cometa o erro de abandoná-las quanto algo te incomodar, ou quando não precisar delas. Permaneça, perdoe e esqueça.”

Você me encanta – Há pessoas que nos encantam. Não por nada em particular, mas porque nos oferecem confiança e serenidade. São relações cultivadas em pequenos detalhes, sinceros e verdadeiros. São aquelas que podem ser alimentadas com olhares e pequenos gestos, pois cada detalhe torna-se uma grande obra.

Estes sentimentos são frequentemente recíprocos e há certas regras não escritas que prevalecem entre eles. No entanto, muitas vezes nos esquecemos de que “eu te amo” também deve ser dito, e que a gratidão é o melhor alimento para a alma.

“No final, você percebe que o pequeno é sempre mais importante. Coversas às três da manhã, sorrisos espontâneos, imagens desastrosas que fazem você rir em voz alta, os poemas de dez palavras que te fazem chorar. Os livros que ninguém mais conhece e se tornam seus favoritos, uma flor em seu cabelo, o café que você bebe sozinho … Isso é o que realmente vale a pena; pequenas coisas que causam enormes emoções.” – Entre letras e cafeína

Então, muitas vezes negligenciamos algo tão importante e vital como a demonstração de afeto e atenção às necessidades emocionais de nossos parceiros nesta dança da vida.

O que se descuida, se perde

Diz-se que o amor dura tanto quanto nós nos importamos, e nós nos importamos tanto quanto queremos. Assim, apesar de nós sermos humanos e às vezes cometermos erros que podem levar a mal-entendidos a respeito de nosso afeto, a verdade é que não podemos nos dar ao luxo de perder as pessoas de valor.

Infelizmente é comum ignorarmos as pessoas importantes por pura preguiça, falta de tempo ou falta de interesse. Nós muitas vezes cometemos o erro de não dedicar o tempo necessário para “provar” o quão importante são essas pessoas.

Assim, também é provável que em algum momento já sentimos que alguém nos deixou de lado, e ficamos loucos tentando entender o que estava acontecendo. Este sofrimento é desnecessário e podemos evita-lo de muitas maneiras. Aqui estão algumas:

– A ausência ou a distância não significa esquecimento e que, apesar do “abandono temporário”, a presença permanece.

– Ainda assim, mostrarmos para alguém que ele é importante é algo que leva tempo

– Cada tijolo deve ser desenvolvido com absoluta sinceridade; sem egoísmo ou segundas intenções. Então, temos que entender que não devemos criar necessidades, nem mesmo a de companhia.

– Isto é conseguido através da comunicação e expressão sincera de nossos pensamentos e sentimentos.

Se você se sentir desconfortável ou inseguro, não culpe o outro e perceba que os problemas são sempre de dois. Isto irá ajudar a não resfriar a relação desnecessariamente.

– Os relacionamentos precisam de tempo e experiência para se nutrir, sustentar e crescer. Se deixamos de dedicar tempo, mostramos falta de interesse e, portanto, afastaremos aquelas pessoas indispensáveis.

“Não podemos perder essas pessoas agradáveis ​​que tornam o nosso mundo bonito. Com elas, podemos ser nós mesmos em toda a nossa essência e livremente, o que é algo tão magnífico como incomum. Portanto, cuide e enriqueça seus relacionamentos, e sempre aja com a sinceridade mais absoluta.”

créditos-
Medium

Fonte: amenteemaravilhosa.com.br

Veja como Remover manchas das mão e cotovelos sem gastar.

Bolo de banana sem farinha, sem açúcar e sem leite